Seminário de energia fotovoltaica apresenta futuro a Janaúba e região.

Um futuro de geração de empregos e oportunidades. Essa é a visão apresentada  pelos palestrantes  que participam nesta quarta feira(07) do seminário de energia fotovoltaica que acontece em Janaúba, no Norte de Minas.

Segundo   dados repassados no encontro por especialistas existem inúmeras possibilidades de ganhos advindos da utilização desse tipo de energia. Para empresas e uso residencial as possibilidades são da redução imediata das contas de energia após a instalação de todo o sistema.

Um empreendimento em  Janaúba que é pioneiro na instalação do painéis para geração de energia solar pagava 12 mil reais por mês de energia na rede da CEMIG.

Depois da  colocação das placas  e todo os equipamentos para a geração de energia a conta  caiu para  cerca de 100 reais mensais. Além disso existe a possibilidade de utilização do excedente de energia para geração de outros recursos. A grande possibilidade macroeconômica para  o norte de Minas no entanto, é o desenvolvimento das redes de distribuição de energia, a instalação de subestações que vão colocar Janaúba e o  Norte de Minas no mapa  nacional de geração  de energia solar.

A expectativa é que só para montagem de toda a rede deverá haver uma geração de 5 mil empregos diretos. E não para por aí. Com o funcionamento  pleno do sistema toda a região poderá ganhar. Ganha a prefeitura que deverá receber impostos advindos da venda de energia no sistema nacional e ganham também proprietários de terra  na região que poderão fechar parcerias com consórcios  que irão explorar a geração de energia fotovoltaica na região.

Já existem informações  de dezenas de contratos que foram fechados com  proprietários que irão ceder terras para implementação das placas de energia em Janaúba . A estimativa é  que  o gasto total  para implementação de todo o sistema com redes, placas e outros aparatos tecnológicos fique entre 10 e 15  bilhões de reais.  Segundo   os palestrantes, a região precisa urgentemente formar profissionais capacitados para trabalhar no setor que será o maior gerador de emprego nos próximos anos na região norte de Minas.

Fonte: Jornal Monte Carlos

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *