Alsol implanta sistema fotovoltaico em clube de Uberlândia

Foram instaladas 156 placas no telhado da academia de musculação da Associação, num total de 40 kWp que a tornará autossustentável em energia. Previsão é de neutralização de 7 toneladas de CO² ao ano

Numa parceria com a Alsol Energias Renováveis – empresa acelerada pelo grupo Algar, o Praia Clube inaugurou sua primeira usina fotovoltaica em Uberlândia (MG). As primeiras 156 placas foram instaladas sobre o telhado da Academia de Musculação, tornando-a autossustentável em energia, num investimento que será pago pela economia gerada em menos de seis anos.

Além disso, cerca de sete toneladas de CO² deixarão de ser emitidas na atmosfera ao ano, o que reforça as ações de responsabilidade socioambiental do Clube. O excedente da energia gerada na usina poderá ser consumido em outras partes do complexo de lazer, que ocupa uma área de 303 mil metros quadrados.

O presidente eleito do Praia Clube, Carlos Augusto Braga, comentou sobre o engajamento da instituição na área. “O processo de implementação inerente à energia sustentável deve ser contínuo. No mundo, inúmeras empresas têm priorizado esforços para mitigação dos impactos ambientais. A UFV é apenas o começo do nosso projeto de expansão de autossustentabilidade energética”.

Braga ressaltou que o investimento será pago pela economia proporcionada pela energia 100% limpa em menos de oito anos. “No próximo triênio 2019/2021, novas ações de sustentabilidade e energias renováveis serão implementadas, Certamente, estaremos ainda mais envolvidos neste segmento na próxima década”, revelou.

Para o presidente da Alsol, Gustavo Malagoli, a sustentabilidade ambiental é um valor intrínseco de uma instalação fotovoltaica, visto que com a utilização da energia elétrica gerada a partir de uma fonte renovável e inesgotável, como sol, evita-se parcialmente o uso de energia proveniente da matriz energética convencional. “Isso impacta diretamente na emissão do gás de efeito estufa”, completou.

Ainda segundo o executivo, para se ter uma ideia da capacidade da usina do Praia Clube, a potência de 40 kWp instalada é suficiente para manter em funcionamento 127 refletores, 66 esteiras, 48 ares-condicionados, 79 escadas ergométricas e 140 televisores de 42” por, no mínimo, 8 horas por dia, ao longo de 25 dias.

Fonte: Canal Energia

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *