“Você sabia que a USP possui uma usina de energia solar?”

O professor Roberto Zilles, chefe da Divisão Científica de Planejamento, Análise e Desenvolvimento Energético do IEE (Instituto de Energia e Ambiente) da USP, afirmou que a energia solar é sustentável e que está sendo cada vez mais utilizada no Brasil e no mundo. Em um curto prazo, pode representar uma grande parcela da matriz energética brasileira.

Por esse e outros motivos, o professor Roberto Zilles, teve a iniciativa de implementar uma usina solar na USP – Universidade de São Paulo. Composta por quatro subsistemas que convertem a luz do sol em energia elétrica, a usina solar fotovoltaica do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP faz parte da paisagem do Centro Universitário desde o ano de 2014.

São três sistemas instalados no prédio do IEE e um no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), no prédio da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, que se integram ao sistema de eletricidade do campus, representando o equivalente a 1% de sua demanda anual. Os sistemas totalizam 540 kW de potência.

Além do benefício da economia na conta de luz da faculdade, os alunos ainda podem estudar na prática, como funciona o sistema. Ter uma usina solar no campus fortalece o ensino de engenharia, tanto elétrica quanto ambiental e civil. Sendo possível desenvolver pesquisas de tecnologia.

O professor Zilles informou que o custo para a instalação das usinas, foi de aproximadamente R$ 7.000,00 por kW. Zilles ainda afirmou que há planos de contribuir com pelos menos 3% da demanda de eletricidade do Campus da USP, no Butantã, até ano 2020 com a implantação e operação de sistemas fotovoltaicos de micro e mini geração.
A situação energética do País exige que as instituições busquem soluções alternativas. A micro geração fotovoltaica de energia elétrica por meio de placa solar e painel solar é uma solução de custo acessível do que a aquisição de energia no mercado convencional, segundo pesquisa do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da USP. O projeto que implantou as quatro estações de energia solar fotovoltaicas, integradas ao sistema de abastecimento de energia elétrica, no campus da USP, em São Paulo, recebeu premiação pela ação incentivadora.

Fonte: Portal Solar

Posted in Sem categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *